• abrigo6

O que é violência doméstica e como agir ao se deparar nesta situação.



A violência contra mulher ocorre a todos os momentos; em casa, na rua, no trabalho e também em ambientes virtuais.

Só no ano de 2021 cerca de 44 mulheres sofreram algum tipo de violência por dia, batendo o recorde do segundo maior número de denúncias registradas por violência doméstica dos últimos 12 anos, contando com cerca de (16.327) casos, inferiores a 2019 que contou com (16.861) casos registrados.

Segundo o levantamento realizada pelo Subsecretaria de Comando e Controle da polícia militar, o serviço 190 durante o primeiro semestre de 2022 recebeu cerca de sete ocorrências de violência doméstica por hora e mais 41 mil denúncias foram feitas durante janeiro e julho deste ano.

Agressões estas foram realizadas por meio de atos físicos, verbais, psicológicos, sexual e patrimonial. O ranking dos tipos de violências relacionadas á Lei Maria penha relata que em 2021 (87%) das vítimas sofreram agressões morais ou psicológicas, incluindo também injurias, ameaças, difamação, perturbação da tranquilidade, além de terem suas redes stalkeadas.

38,9% foi o número de mulheres que sofreram com a violência física, como lesão corporal, vias de fato, homicídio tentado e consumado. Incluindo também a prática de feminicídio.

Estando na terceira colocação a porcentagem de 21,11% os casos de mulheres que relataram sofrer de agressão patrimonial (dano de algum bem, violação de domicílio, furtos ou roubos por parte do agressor). Em 4,0% dos casos mulheres relatam ter sofrido de violência sexual (estupro, importunação sexual ou violação sexual).

Como denunciar uma violência domésticar?

A violência doméstica pode ser denunciada por parte da mulher agredida um vizinho ou por um familiar próximo, através do número 180, também pode ser denunciada de forma silenciosa, através do risco vermelho feito na palma em que é necessário que a mulher mostre para algum funcionário do estabelecimento que visitar ou indo até uma delegacia e realizando um boletim de ocorrência.



Cabe ressaltar que o Abrigo Rainha Sílvia, possui o apoio necessário para acolher mulheres com filhos que sofrem violência doméstica e que estão em situação de vulnerabilidade social sem critério de regionalidade, basta ligar para o nosso número (21) 2635-1215 e estaremos lhe atendendo e auxiliando no que for necessário.

7 visualizações0 comentário