Meninas e Meninos do Futuro

​O Centro de Estudos do Abrigo está em desenvolvimento também devido à criação do grupo de estudos Meninos do Futuro em 2015 e Meninas do Futuro em 2017, que aborda questões de gênero, LGBT, racismo, violência, machismo e injustiça social. As atividades incluem palestras, excursões e eventos culturais, em que suas opiniões são expressadas, debatidas e ouvidas por eles próprios. O entusiasmo desses adolescentes das comunidades humildes nos impressiona e inspira. Um número crescente dos membros estão conseguindo vagas nas universidades públicas pelo ENEM.

 

“Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria produção ou a sua construção.”

 

Paulo Freire