Diretoria e o Conselho de Administração têm o prazer de apresentar o 31º relatório anual das atividades, assim como o balancete anual da Associação Abrigo Rainha Silvia.

No fim do ano o Abrigo contava com 16 funcionários trabalhando com carteira assinada.

ESTRUTURAS DAS ATIVIDADES : ABRIGO

Para o acolhimento são disponibilizado 14 quartos com banheiros individualizado;

Salão de jantar e uma cozinha; salas de aula ; e salas para a enfermagem, dentista, assistente social e psicóloga também a uma biblioteca e salas para administração assim uma igreja e uma sala de reunião.

Além do acolhimento, as atividades também incluem projetos para jovens da comunidades chamado ''Meninos e meninas do futuro '' e uma Creche que atende as crianças da região a

''Creche Isabel''. 

ABRIGO: ACOLHIMENTO DE MULHERES E CRIANÇAS

O Abrigo tem capacidades para no máximo 40 residentes (mulheres e crianças).

No total de números de acolhimento de 2020 foram 72 pessoas, 24 mulheres e 48 crianças receberam o acolhimento no Abrigo em 2020. 

Apesar da pandemia , o Abrigo  conseguiu oferecer 97 consultas odontológicas, das quais 30 externas e 24 consultas jurídicas com ações de inclusão por meio de documentos pensão e direito a pensão alimentícia.  

 

Queremos expressar nossa gratidão com a colaboração das entidades que nos apoiam: em primeiro lugar, ao nosso financiador mais importante, a Insamlingsstiftelsen För Abrigo Rainha Silvia, da qual sem o apoio, interesse e engajamento, o nosso trabalho jamais poderia ser realizado; também agradecemos à Lederna, Oslo, Dream Learn Work e a Associação Diacônica Luterana, complementando o nosso trabalho no apoio direto à educação e a formação profissional. Os agradecimentos também seguem para os órgãos com os quais trabalhamos em conjunto: o Judiciário, o Ministério Público e os aos órgãos públicos de atendimento à mulher e à criança. Como representante não político de dois conselhos de direito em Itaboraí, assim com oportunidade de influenciar e fiscalizar o trabalho social realizado no município.

 

CRECHE ISABEL

Creche Isabel é financiada pela Insamlingsstiftelsen Gatubarn. Temos 32 crianças em tempo integral, a grande maioria delas moradoras das comunidades carentes de Itaboraí. Ao mesmo tempo em que é uma felicidade poder oferecer uma creche para essas crianças, temos tristeza em saber que existe uma grande fila para outras que esperam por uma vaga. Queremos expressar a importância de se trabalhar com as crianças as questões do respeito às diferenças, ideologia, consciência nas questões de gênero, justiça social e educação para o futuro mais humanitário.

Junto à diretoria da Gatubarn, planejamos em 2017, para ser realizado em 2018, um aumento de mais uma sala de estudos para abrir vagas para mais 16 crianças. Os trabalhos para a reforma da estrutura serão feitos já no primeiro semestre de 2018, com término previsto até dezembro deste ano.

 

CENTRO EDUCATIVO RAINHA SONIA

O projeto da sala de estudos teve início com a visita dos Reis da Noruega 2003 quando a Rainha Sônia fez a proposta de construção de uma biblioteca e sala de estudos, que foram realizados com uma doação de corte real. Na biblioteca do Abrigo organizamos seminários para as moradoras. O Centro também financia os estudos de três alunos na escola interna ADL, jovens que se encontravam em situação de risco social muito grande e que estão em segurança e em desenvolvimento intelectual.

O Centro de Estudos do Abrigo está em desenvolvimento devido à criação do grupo de estudos Meninos do Futuro 2015 e Meninas do Futuro 2017 que aborda questões de gênero, LGBT, racismo, violência, machismo e injustiça social. Essas atividades financiam palestras, excursões e eventos culturais, em que suas opiniões são expressadas, debatidas, ouvidas por eles próprios. O entusiasmo desses adolescentes das comunidades humildes nos impressiona e inspira. Quatro dos jovens conseguiram durante o ano a entrada para universidades públicas.

Além disso, temos também estudantes da Noruega, da Rönningen Folkehögskole, de Oslo, que ficam no abrigo adquirindo experiência e contribuindo com trabalho voluntário. Esta cooperação já faz parte do nosso trabalho pelo 8º ano consecutivo.

Durante o ano ex-moradoras de cinco, dez ou vinte anos atrás por meio das redes sociais entraram em contato para contar como foram influenciadas, formadas e melhoradas as suas vidas por causa da ideologia do Abrigo de completa independência. Este é um feed-back de maior importância para uma equipe em que todos, do jardineiro e cozinheiro até o administrador e a assistente social trabalham unidos da mesma convicção – igualdade de gênero e justiça social é um base para um sociedade bom para todos.

 

Assim encerramos o ano de 2017 com otimismo e determinados a desenvolver e aprofundar os ideais do nosso trabalho que, ao longo dos 29 anos de existência tem tido o poder de mudar vidas e perspectivas de futuro.

 

 

 

Itaborai, RJ, dia 5 de abril 2018

 

Washington Silvia,

 

Coordenador geral

Relatorio 2018